Associação ensina música para jovens em vulnerabilidade social em Laranjeiras

A Associação Escola de Música Santa Bárbara, em parceria com a Petrobras, através da Fafen-SE, promoveu na quarta-feira(24) a aula inaugural 2013 da Escola de Música de Laranjeiras, que atenderá 150 alunos entre 11 e 29 anos, que vivem em estado de pobreza. A iniciativa vai proporcionar inclusão econômica e social no município e região. O evento aconteceu no Clube Social Antônio Carlos Franco, em Laranjeiras.

A Escola, que há 5 anos é patrocinada pela Fafen-SE, tem como grande diferencial a inclusão do curso técnico, que aguarda a aprovação do Conselho Estadual de Educação. A princípio, serão ministradas aulas teóricas, práticas (técnica instrumental), com carga horária de 695 horas. Como resultado das disciplinas de prática de conjunto, a escola manterá uma banda de música com 40 componentes, um coral com 30 componentes, uma orquestra de cordas com 60 componentes e uma camerata de violões com 20 componentes.

O gerente de Otimização da Fafen-SE, Ginvan Paixão, que representou a empresa no evento, destacou a importância do curso, que permite a capacitação gratuita de alunos possibilitando o desenvolvimento intelectual e sua interação no meio social. “A Fafen-SE tem muito orgulho de contribuir com a educação das crianças de jovens da região. Sabemos que os resultados que temos testemunhado, através de alunos que participam ou participaram deste projeto e muitos outros que incentivamos, é muito satisfatório”.

O exemplo disto pode ser representado pela família Souza. O patriarca, Edvaldo Souza, que há 27 anos participa da Filarmônica Municipal Coração de Jesus, tocou ao lado do filho Thiago, que estudou na Escola de Música Santa Bárbara e agora faz parte do quadro profissional da Filarmônica Municipal. Na plateia, a filha, Thais Souza, há dois anos estuda Clarinete na EMUSB. “Não incentivei, mas a escola Santa Bárbara proporcionou a oportunidade de eles seguirem essa paixão, podendo fazer da música um instrumento profissional”, afirmou Edvaldo. Hoje, a Filarmônica de Laranjeiras conta com dez músicos que foram alunos da EMUSB.

Sustentabilidade e união

A escola terá como parte de sua estrutura um estúdio de gravação de áudio, e uma oficina de luteria para confecção e reparos em instrumentos de madeira como fonte de renda própria. Nesse sentido, também contará com a parceria da Prefeitura de Laranjeiras, da Universidade Federal de Sergipe, a qual disponibilizará, através de convênio, instrumentos de percussão e apoio pedagógico e do Instituto Casa Operária Vale do Cotinguiba, o qual cederá espaço físico com recursos materiais e tecnológicos (comodato por tempo indeterminado) para construção de sede própria.

Fonte: http://www.agenciapetrobras.com.br/materia.asp?id_editoria=13&id_noticia=975204

Publicado em Notícias