CAP oferece atendimento especial para crianças com deficiência visual







Foto: Márcio Garcez
CAP oferece atendimento especial para crianças com deficiência visual


 


Crianças com idades entre zero e seis anos encontram no Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento de Portadores de Necessidades Visuais (CAP), um espaço inteiramente voltado para uma educação adequada. Mantido pela Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), o Centro se destaca também pelos atendimentos oferecidos aos seus mais diversos alunos.


 


Implantado há pouco mais de um ano, o serviço de estimulação precoce tem uma sala toda equipada para o desenvolvimento de suas atividades. “Esse é um atendimento que acontece no mínimo três vezes na semana, e é realizado de duas formas. Uma é quando o atendimento é individual (professor e aluno), ou quando o atendimento é em grupo (conta com a presença de mais de um aluno e com os respectivos pais)”, explica a coordenadora do CAP, Margarida Teles.


 


Segundo ela, os trabalhos desenvolvidos com as crianças são: estimulação visual, psico-motora e auditiva. Para isso, são usados brinquedos educativos, colagem e pinturas adaptadas e pré-bengalas, que ajudam na locomoção. “É de suma importância que a criança portadora de deficiência visual tenha esse estímulo que é ofertado aqui no Centro, onde no futuro ela será um cidadão mais independente e preparado”, destacou.


 


Outro ponto que a coordenadora destaca é a questão da inclusão social. “Além de aprender a ser mais independente, a criança que freqüenta o CAP tem a oportunidade de se relacionar com outros deficientes, sejam eles adolescentes ou adultos, como também com pessoas que não têm a deficiência como os nossos professores e funcionários”.


 


Para a professora de estimulação precoce, Maria Gleide da Cruz, realizar esse trabalho é muito gratificante. “Adoro o meu trabalho, ele é muito gratificante. Meus alunos são muito espertos e a cada descoberta e aprendizado deles, é uma vitória para mim. Aqui eles estão aprendendo a conviver com a deficiência brincando”, afirmou a professora.


 


Margarida Teles orienta os pais ou familiares que estiverem interessados em matricular seu filho no CAP que deverão ir na sede da própria instituição que fica localizada da rua Senador Rollemberg Leite, nº 194, bairro São José, esquina com a rua Vila Cristina. O CAP funciona de segunda a sexta, das 7h30 às 17h30, fechando para almoço das 11h30 às 13h30.


 


Fonte: AA 

Publicado em Notícias