Corpo de Bombeiros inicia mais uma edição do Projeto Golfinho

Corpo de Bombeiros inicia mais uma edição do Projeto Golfinho

Com o período de férias e a chegada do verão, aumenta o número de crianças e adolescentes nas praias e consequentemente a preocupação com os afogamentos. Visando prevenir esse tipo de acidente, o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE), em parceria com a Petrobras, abriu às 8 horas desta segunda-feira, dia 5, mais uma edição do Projeto Golfinho, levando informação e diversão a 420 participantes na praia da Atalaia.

"Esse projeto foi criado em 2000 e a cada ano vêm diminuindo os índices de afogamento com crianças e adolescentes dentro da faixa etária que é o nosso público-alvo, entre 7 a 17 anos. Já são mais de 1500 participantes e nosso objetivo é que eles sejam também multiplicadores dessas informações", afirmou o coordenador do projeto, tenente Luciano Santos Queiroz.

Este ano o projeto vai contar com a participação de crianças especiais da Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos de Sergipe (Apada-SE), da Associação de Amigos da Oncologia (AMO), da Organização Não Governamental Criança e Liberdade (Criliber), de filhos de militares e de alunos das escolas Anísio Teixeira (municipal), Florentino Menezes (municipal), José Alves do Nascimento (estadual), da Escola de Ensino Fundamental Roberto Simonsen (SESI) e do Centro de Educação do Ensino Fundamental e Médio do SESI Jair Meneguelli.

Serão três turmas, uma por semana, participando de oficinas na quadra de esportes em frente ao Grupamento Marítimo (Gmar), no período de 5 a 23 de janeiro. Militares do Corpo de Bombeiros estarão ministrando as oficinas de noções básicas de "Prevenção durante o banho de mar" e "Primeiros Socorros"; o Instituto Mamíferos Aquáticos estará responsável pela oficina sobre "Meio Ambiente"; alunos da Universidade Tiradentes pela de "Higiene Bucal" e a Academia de Polícia Civil (Acadepol) fará uma palestra sobre drogas. Haverá ainda visita ao Oceanário e recreação.

As crianças e adolescentes recebem fardamento completo (short, sunga para os meninos e top para as meninas, camiseta, sacola, garrafa de água e toalhas de banho), alimentação, muita água e protetor solar, além do transporte. "Serão 3 microônibus e um ônibus saindo do Corpo de Bombeiros e dos colégios às 7 horas manhã em direção ao Gmar e retornando às 12h", disse o coordenador.

Continuidade – Segundo o tenente Luciano Queiroz, uma novidade este ano é que o projeto não será encerrado com as atividades na praia. "Nós daremos continuidade a esse trabalho de prevenção, com guarda-vidas do Grupamento Marítimo indo às sextas-feiras em escolas públicas e particulares", contou. O projeto conta com o apoio do Banco do Brasil, GBarbosa, Unimed, Sesi e Sociedade Semear.

Publicado em Notícias