Instituto Braços e Defensoria garantem o direito do cidadão hipossuficiente

defensoria_e_instituto_bracosA Defensoria Pública do Estado de Sergipe e o Instituto Braços estão de parabéns pela parceria de cooperação para a defesa de crianças e adolescentes, mulheres e comunidades quilombolas.

Os profissionais são encaminhados pela Defensoria Pública para atuar nos casos que não têm assistência de um defensor público. A ideia é fortalecer a Defensoria, órgão que lida diretamente com os excluídos da justiça, já que a maioria dos municípios sergipanos não conta com assistência de um defensor público.

Segundo o defensor público geral, Raimundo Veiga, o Instituto Braços veio se somar à Defensoria na garantia do direito do cidadão hipossuficiente. “A equipe técnica do Instituto Braços vai atuar em favor das pessoas com orientações, informações e apoio na defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes”, informa Veiga.

Segundo o presidente do Instituto Braços, Thiago Oliveira, os profissionais da entidade não estão ocupando a função de defensor público, mas atuando conjuntamente nos processos onde não contam com a assistência deste profissional. “A Defensoria Pública tem uma grande demanda, mas não há um quadro suficiente. Por isso nos somamos para prestar assistência no interior”, revela Oliveira.

 

Publicado em Notícias