Defensoria Pública leva crianças ao Sweet Play

defensoria2A manhã desta quarta-feira, 29, foi inesquecível para dezenas de crianças.  O projeto ´Defensores da Alegria´, uma iniciativa do Núcleo da Criança e do Adolescente da Defensoria Pública do Estado de Sergipe, em parceria com o Parque Sweet Play, proporcionou uma manhã de lazer e diversão para 32 meninos e meninas que participam dos projetos sociais da Casa Santa Zita. O evento é alusivo ao Dia da Criança, que foi comemorado em 12 de outubro.

As crianças receberam do Parque Sweet Play, que fica localizado no Shopping Jardins, um cartão ilimitado para ter acesso a todos os brinquedos como o carrosel, autopista, gênius, barco giratório, Kiddie Play Gigante, Play Jump, arborismo, Kiddie Raider’s, Air Games, centrinho, boliche, cruin`s USA A e B, Mult Carros, Multi Jogos, Shark Panic, Shark Panic, Touring Car A e B, entre outros.  Além disso, foram distribuídos brinquedos e lanches.

“Criamos o projeto em 2012 com o objetivo de proporcionar às crianças de baixa renda e que nunca tiveram a oportunidade de se divertir em parques como este para que tivessem um dia diferente com muita diversão, brinquedos e alegria. Eles estampam a felicidade e satisfação em poder estar aqui. Vê-los sorrindo, mesmo por momentos, é gratificante e emocionante. São ações como esta que ficarão marcadas para sempre na memória deles”, disse emocionada a defensora pública e coordenadora do Núcleo, Andreza Taveres.

defensoria5“Gostaria de agradecer imensamente o apoio dos parceiros do projeto, pois sem eles não estaríamos realizando esse evento que são Sweet Play, Colégio Amadeus, Empresa Bomfim, Casa Alemã, Trigos, Agap e Folha de Notícias”, frisou a defensora pública.

Robert dos Santos da Paz, 7 anos, estava radiante com os brinquedos. “Gostei muito de tudo e não queria que acabasse”, disse bastante feliz. Para o garoto de 7 anos, Luiz Gustavo Santos Ferreira, o dia foi inesquecível. “Adorei tudo aqui, principalmente porque não conhecia o parque”, contou.

Para Letícia Kely Barros Santos, 9 anos, o dia foi maravilhoso. “Conhecia o Shopping porque vinha com minha mãe, mas é a primeira vez que brinco aqui no parque. Achei muito bom e legal. O que mais gostei foi aquele brinquedo, o autopista”, apontou.

Laíza Vitória Leandro Barbosa, 11 anos, não escondeu a felicidade. “Estou me sentindo muito feliz em estar aqui. É muito legal e inesquecível”, destacou. O defensor público e integrante do Núcleo da Criança e do Adolescente, José Fabrício Sabino, lembrou que o lazer é um dos direitos mais importantes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). “No ano passado desenvolvemos um trabalho n

defensoria6

o período natalino e este ano conseguimos pela terceira vez proporcionar esse dia maravilhoso em comemoração ao Dia da Criança. O lazer é, sem sombra de dúvidas, um dos direitos mais importantes previsto no ECA e através desse momento de brincadeira e descontração conseguimos proporcionar às crianças uma verdadeira esperança de que é possível determinadas ocasiões de se divertir e esquecer tantos problemas que vivem no dia a dia”, enfatizou.

“O que se busca é isso, o lazer, o momento de felicidade e, acima de tudo, garantir dignidade às pessoas que infelizmente não tiveram todas as necessidades básicas atendidas pelo Estado, mas na medida do possível a Defensoria Pública, através do Núcleo, vem conseguindo contribuir para a felicidade e satisfação não só delas como da família”, completou José Fabrício.

De acordo com a diretora da Casa Santa Zita, Gilvanira Neres dos Santos, atividades como esta desenvolvem a mente e o cognitivo da criança. “Proporcionar um dia como este às crianças é uma iniciativa louvável da Defensoria Pública. Elas saem daqui felizes e passam a semana toda perguntando quando irão voltar, pois maioria não conhece sequer o Shopping Jardins quanto mais um parque como este. Muitas brincam em parques de bairros e nunca tiveram oportunidade de estar aqui. Lazer e diversão desenvolvem a mente com o cognitivo da

defensoria3

criança como correr, brincar e dar oportunidade ao outro”, destacou.

Casa Santa Zita

É uma instituição sem fins lucrativos localizada no Bairro Getúlio Vargas que conta hoje com 69 crianças e adolescentes. Os educadores são voluntários e a receita advém de da ajuda da sociedade através de doações. São desenvolvidas atividades sócio-educativas e sócio-pedagógicas como informática, esportes, músicas, palestras educativas e assistência aos pais dos menores. Quem quiser ajudar é só entrar em contato através do telefone (79) 3214-0803.

Fonte: Ascom/Defensoria Pública

Publicado em Notícias