Embrapa apresenta cenário atual do extrativismo da mangaba em Sergipe

A Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE) apresenta nesta quinta-feira (15) o ‘Mapa do extrativismo da mangaba em Sergipe: situação atual e perspectivas’. Aberto ao público em geral, sem necessidade de inscrição prévia, o evento é realizado em parceria com o Ministério Público Federal (MPF) – Procuradoria da República em Sergipe, e acontece às 8h30 no auditório da Embrapa, em Aracaju.

O mapa é uma atualização dos estudos de monitoramento do ambiente em que está inserida a população tradicional das catadoras de mangaba em suas áreas de ocorrência, no litoral do estado. A versão anterior foi publicada em 2010, e já apresentava um cenário preocupante, com diversas áreas de conflito e restrição de acesso pelos proprietários, além de uma forte especulação imobiliária.

Além de pesquisadores e analistas da Embrapa e agentes do MPF, devem participar da audiência representantes dos movimentos organizados de catadoras, gestores públicos e parlamentares federais, estaduais e municipais, pesquisadores de universidades e estudantes.

Com acompanhamento da procuradora do MPF Lívia Tinôco, os trabalhos envolveram visitas de agentes da Embrapa às comunidades de catadoras em municípios como Indiaroba, Barra dos Coqueiros e Santa Luzia do Itanhy. Com uso de mapas georreferenciados e metodologia de entrevistas dirigidas com as catadoras, foi possível comparar as áreas de coleta atuais com aquelas observadas na primeira edição do estudo.

Desenvolvida dentro do projeto em rede ‘Plataforma Nacional de Recursos Genéticos Vegetais’, a publicação tem a parceria da Embrapa Amazônia Oriental (Belém-PA) e Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (Brasília-DF), Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Apoiam o projeto, ainda, o Incra, a Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), Instituto Chico Mendes (ICMBio), Secretaria de Estado do Meio Ambiente de Sergipe, Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN), Universidade Federal do Pará (UFPA), Movimento das Catadoras de Mangaba de Sergipe e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Informações: (79) 4009-1316 | tabuleiros-costeiros.eventos@embrapa.br

Por Saulo Coelho
Núcleo de Comunicação Organizacional
da Embrapa Tabuleiros Costeiros

Publicado em Notícias Marcado com: , , , ,