Estudantes ligados ao MST farão curso superior

 Estudantes ligados ao MST farão curso superior

Estudantes ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) terão oportunidade, a partir de janeiro, de fazer um curso superior. Trata-se do primeiro curso de jornalismo no Brasil voltado para esses estudantes. O curso, segundo a professora Márcia Vidal Nunes, coordenadora de pós-graduação da área de comunicação social da Universidade Federal do Ceará (UFC), já foi aprovado pelo Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera), ligado ao Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Serão ofertadas 60 vagas anuais. O curso terá duração de quatro anos e o acesso será feito por meio de vestibular. As aulas serão ministradas pelos próprios professores do curso de comunicação da UFC. Além das disciplinas comuns, os jovens ligados ao MST terão matérias voltadas para temas da área rural. Parte das aulas será ministrada na universidade e parte nas comunidades dos assentados.

 

Publicado em Notícias