Ghost Bike marca protesto contra morte de ciclista

Ciclistas de Aracaju se reuniram na noite desta quinta-feira, 10, para protestar contra a morte de Nivaldo Bispo, ciclista que foi vítima de atropelamento na avenida Tancredo Neves, em Aracaju.

No protesto, os ciclistas foram ao local do acidente e fixaram uma Ghost Bike, uma bicicleta velha pintada de branco, que leva o nome da vítima e data do falecimento. Outras Ghost Bikes já foram instaladas em Aracaju.

Somente em 2017, cinco ciclistas morreram após acidentes com veículos. Os números, na visão da presidente da ONG Ciclo Urbano, Sayuri Dantas, refletem a falta de consciência dos motoristas em relação ao respeito com os ciclistas. “As pessoas precisam respeitar o ciclista e saber que a bicicleta também é um transporte com direito ao uso do espaço. Acho que faltam conscientização e respeito para com a circulação do ciclista”, opina.

Ainda de acordo com Sayuri Dantas, o objetivo da Ghost Bike é chamar a atenção da população e do poder público. “A intenção é alertar aqueles que passam naquela região para que fiquem atentos à circulação dos ciclistas. Também é preciso sensibilizar o poder público, pois se existem vários acidentes é porque algo precisa ser feito”, explica.

Relembre

Nivaldo Bispo do morreu atropelado por um carro de passeio. Segundo testemunhas, ele e outros ciclistas tentavam atravessar a avenida quando foi atingido por um carro. A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) com o quadro inicial de traumatismo craniano. Foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), mas não resistiu aos ferimentos.

 

Fonte: Infonet

Por Verlane Estácio

Fotos: Elma Santos e Luciano Arannha

 

 

Publicado em Notícias Marcado com: , ,

Sugestões são sempre bem-vindas. Um abraço!