Hemose precisa de reforço no estoque de sangue durante férias de verão

Hemose precisa de reforço no estoque de sangue durante férias de verão

 No período de férias de verão, os hemocentros de todo o país costumam registrar um baixo volume nos estoques de sangue. Em Sergipe, a situação não é diferente, já que diversos doadores deixam de procurar o Centro de Hemoterapia (Hemose). Atualmente, a unidade está precisando de reforço no estoque do fator B positivo e todos os fatores negativos (A, B, AB e O).
 
"Esse afastamento de doadores já é comum nessa época do ano, por isso intensificamos nosso trabalho na captação de voluntários, através do nosso sistema de telemarketing", informou Rosely Dantas, do Núcleo de Serviço Social e Captação de Doadores do Hemose. Segundo ela, empresas parceiras do Centro de Hemoterapia também são contactadas para recrutar colaboradores.
 
"Normalmente, temos uma deficiência para o fator RH negativo, mas nesse período a falta é ainda maior. No país inteiro, durante as férias, é registrada uma queda em torno de 30% no número de doadores, independente do fator", informou Roseli, acrescentando que menor ainda é o número de mulheres doadoras. "Isso porque existe uma diferença de prazo: o homem pode fazer nova doação a cada 60 dias, já a mulher passa 90 dias até a próxima", explicou.
 
Produção
 
No decorrer do ano, são registradas, em média, 150 doações de sangue diárias no Centro de Hemoterapia de Sergipe. No fim do ano, não ultrapassam 70 doações por dia. Uma situação preocupante, já que os pacientes que fazem tratamento de quimioterapia ou radioterapia se submeteram ao transplante de medula óssea ou passaram por cirurgias e necessitam regularmente de transfusões.
 
Por dia, são necessárias mais de 100 doações para que o Hemose atenda a demanda de 1.300 pacientes por mês. Ainda de acordo com Rozely Dantas, a expectativa é de que os doadores retornem no menor prazo possível. "Além do contato com as empresas parceiras, estamos convocando os doadores fidelizados que já estão acostumados a serem chamados nestes momentos especiais".
 
Para doar sangue, a pessoa deve ter entre 18 e 65 anos, pesar acima de 50 quilos, ter boa saúde, não usar medicamentos, não ter feito tatuagem, endoscopia ou colocado piercing nos últimos 12 meses. Antes da coleta, o doador deve dormir no mínimo seis horas, não ingerir bebida alcoólica no dia anterior e nem praticar atividade física ou fumar.
 
Os interessados devem procurar o Centro de Hemoterapia de Sergipe, localizado na Avenida Tancredo Neves (ao lado do Hospital de Urgência Governador João Alves Filho), de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h. É necessário estar munido do documento de identidade.

Fonte: ASN

Publicado em Notícias