Lançado software para produção de livros digitais falados

Lançado software para produção de livros digitais falados 

Em cerimônia realizada na última semana para o lançamento do software Mecdaisy, ferramenta que possibilita a produção de livros digitais falados para deficientes visuais, o ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou que o objetivo não é substituir o braille. O programa, desenvolvido em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), tem como base o padrão Digital Accessible Information System e possibilita que alunos com capacidade de visão reduzida ou cegueira tenham acesso gratuito a livros e documentos.

A tecnologia transforma texto escrito em áudio. Além do áudio, o software oferece a opção de impressão do material em braille. O Ministério da Educação (MEC) investiu R$ 680 mil na criação do programa. A pasta vai destinar ainda R$ 180 mil a cada um dos 55 centros de produção. O novo programa pode ser acessado gratuitamente no endereço eletrônico www.intervox.nce.ufrj.br/mecdaisy e também no portal www.mec.gov.br.

 

Publicado em Notícias