MCS participa de reunião do núcleo estadual de APLs-SE

 MCS participa de reunião do núcleo estadual de APLs-SE

Com o objetivo de dinamizar as economias dos municípios sergipanos, interiorizar o desenvolvimento e incentivar potencialidades, o Núcleo Estadual de Arranjos Produtivos Locais (APLs), coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), se reuniu na última quarta-feira, 1°, no Auditório da Companhia de Desenvolvimento Industrial e de Recursos Minerais de Sergipe (Codise).

O encontro contemplou o repasse de informações sobre o Programa de Extensão Industrial nos APLs, apresentou um relatório dos trabalhos desenvolvidos em 2008 e formou uma agenda de compromissos dos APLs sergipanos, ou seja, dos sistemas de agentes econômicos, políticos e sociais que desenvolvem atividades correlatas e apresentam vínculos expressivos de produção, interação, cooperação e aprendizagem em cada território.

Para o gerente executivo do Movimento Competitivo Sergipe (MCS), Marcel Fortes, que participou da reunião do Núcleo, a contribuição do MCS acontece nos aspectos referentes à gestão. "Como existem planos de desenvolvimento relativos a cada APL, podemos auxiliar fazendo com que esses planos virem realidade. Para isso, temos metodologias de controle de plano de ação e de execução dos mesmos, trabalhando com indicadores e metas. Também podemos passar conhecimentos em gestão. Os APLs são de suma importância, principalmente porque são frutos de construções coletivas, são várias pessoas e instituições se unindo, agregando valores, uma verdadeira convergência de ações positivas", pontua.

De acordo com o secretário Jorge Santana, que responde pela Sedetec e é também presidente do Conselho Superior do MCS, os trabalhos do Núcleo não substituem as ações individuais de cada um dos seus integrantes. "O que se espera é que as agendas dessas organizações sejam trazidas para o Núcleo. Assim, evita-se o desgaste de duas ou mais instituições estarem fazendo a mesma atividade enquanto outras podem estar pendentes, pois existe uma série de demandas que precisam de respostas, e devem ser criados os compromissos de atendê-las", explica.   

Ele diz ainda que o programa estadual de organização dos APLs, sob coordenação da Sedetec, é prioritário para o Governo de Sergipe e está alinhado ao nacional, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Foram discutidos durante a reunião desta quarta-feira APLs relativos a pecuária do leite; confecção e artesanato de bordados; cerâmica vermelha; ovinocaprinocultura e apicultura.

 

Publicado em Notícias