Oficina da Palavra: “Elas saem da cela para um novo mundo”

Araripe_1A cada dia uma nova revelação. Todas as terças-feiras, das 9h às 11h, acontece há dois anos, através do Ministério Público Estadual, a ´Oficina da Palavra´, no Presídio Feminino em Nossa Senhora do Socorro (Prefem), dentro do projeto ´Florescer´. A iniciativa já rendeu a publicação do livro ´Outras Vozes´, onde estão inseridas as histórias de cada uma das participantes da oficina, com poesia, cartas, desenhos e relatos muito pessoais.

Esta semana a oficina recebeu a visita do empresário, decorador e bufeteiro Alex Max e do blogueiro Josafá Carvalho, que foram dar um depoimento sobre suas vidas. “Foi um momento raro, rico, onde elas puderam ter contato com outro mundo: da beleza, da moda, das festas, e sobretudo o depoimento de vida de cada um dos convidados”, comenta Araripe Coutinho, coordenador e voluntário da Oficina. Alex Max ressaltou que “a cada dia temos que nos tornar pessoas melhores, mais justas”. Já Josafá Carvalho falou da importância de saber sair na hora certa. “Não podemos esquecer o sapato da cinderela, porque tudo é sonho”, comentou.

Araripe_2O coordenador da oficina comentou que o encontro com as duas personalidades foi revelador: “Elas saem da cela para um novo mundo e a partir daí vão poder escrever as suas realidades”. A turma que participa da ´Oficina da Palavra´ já são novas matriculadas. Uma nova fase, com novos rostos, novas pessoas que vão poder mostrar, na prática, que podem se transformar em escritoras, que podem ser livres no pensamento e nas ideias, mesmo tendo algumas já sentenciadas há mais de 20 anos. A experiência da Oficina da Palavra é única para quem visita e doa um pouco do seu tempo para as detentas do Prefem. Este ano, o projeto tende a se expandir ainda mais. Elas vão visitar o Museu da Gente Sergipana e mostrar que o Estado não pode ser alheio aos problemas sociais. Informações: (79) 9995-1499.

 

 

Publicado em Notícias