Samba no Projeto Tamar

No próximo dia 28, dando continuidade as comemorações de 15 anos do Oceanário de Aracaju, o sambista Diogo Nogueira vai realizar uma roda de samba no Projeto Tamar. A abertura da casa será as 20h, com a apresentação do DJ Kaska e Samba do Arnesto. Os ingressos estão à venda na Litoral 655 no Shopping Jardins e no Oceanário de Aracaju. A festa celebra os 15 anos de atividades do Projeto Tamar em Aracaju e o apoio as atividades de pesquisa e conservação que ocorre nas comunidades costeiras de Sergipe.

A valorização da cultura é um dos pilares na conservação e desde o início do Tamar é incentivada em seus diversos âmbitos. “Essas ações culturais têm o objetivo de aproximar a sociedade sergipana do nosso espaço e sensibilizar para a causa da preservação da tartaruga marinha. Acreditamos que as pessoas vêm em busca do show, mas saem daqui conhecendo nosso projeto e tornando-se mais um militante da preservação”, explica o biólogo Rauber Garcia.

Projeto Tamar

Começou nos anos 80 a proteger as tartarugas marinhas no Brasil. Com o patrocínio da Petrobras, por meio do programa Petrobras Socioambiental, hoje o Projeto é uma soma de esforços entre a Fundação Pró-Tamar e o Centro Tamar/ICMBio. Trabalha na pesquisa, proteção e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção: tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta), tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata), tartaruga-verde (Chelonia mydas), tartaruga-oliva (Lepidochelys olivacea) e tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea). Protege cerca de 1.100 km de praias e está presente em 25 localidades, em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso das tartarugas marinhas, no litoral e ilhas oceânicas dos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina. A sede do Projeto Tamar fica localizada na av. Santos Dumont, 1010, Atalaia.

 

Publicado em Notícias Marcado com: , , , ,