Seattle aprova lei que prevê multa para quem desperdiçar comida

desperdiciodealimentosEcoDO que fazer para frear o desperdício mundial de alimentos, que atinge um terço da produção global e deixa de suprir as 840 milhões de pessoas que passam fome? O governo de Seattle, nos Estados Unidos, aprovou por unanimidade uma lei que aplicará multa nos cidadãos que encherem suas latas de lixo com mais de 10% de alimentos orgânicos.

A questão é: como medir a quantidade de restos de alimentos descartados na lixeira? Segundo a prefeitura, os garis serão treinados para realizar a fiscalização.

A lata que for pega em flagrante desperdiçando comida será fichada em um sistema de computadores e seu dono receberá, no mês seguinte, multa que será cobrada junto com a taxa de lixo que os cidadãos de Seattle já pagam periodicamente. De acordo com o governo, a ideia da nova medida não é aumentar a arrecadação da Prefeitura, mas sim incentivar as pessoas a comprar com consciência e comportar o lixo que produzem.

Prédios residenciais e estabelecimentos comerciais também serão fiscalizados, mas para eles a multa será maior: US$ 50 (aproximadamente R$ 125).

Notificações

A medida começa a valer em 2015. Em janeiro, os infratores começarão a ser notificados sobre sua má conduta e, a partir de julho, as multas serão aplicadas.

No Brasil, cerca de 39 mil toneladas de comida são jogadas fora, todos os dias. Em todo o mundo, as perdas e o desperdício de alimentos chegam a US$ 680 bilhões nos países desenvolvidos e US$ 310 bilhões nas nações em desenvolvimento, o que equivale a R$ 1,6 trilhão e R$ 744 bilhões respectivamente, segundo dados da FAO.

Os especialistas dizem que apenas 25% desses alimentos que vão parar no lixo seriam suficientes para matar a fome de todas as pessoas que não têm o que comer no planeta.

Publicado em Notícias