Seminário marca encerramento de campanha de combate ao turismo sexual

Seminário marca encerramento de campanha de combate ao turismo sexual

Sensibilizar a sociedade civil e empresários do setor turístico para o enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes. Este é o objetivo do Seminário de Sensibilização para o Turismo Sustentável e Infância, que será apresentado hoje, 30, às 19h, no Best Western Hotel Costa, em Aracaju. A iniciativa integra a campanha Welcome to Brazil, desenvolvida pela Fundação Comissão de Turismo Integrado do Nordeste (CTI-NE), em parceria com o Ministério do Turismo e a Secretaria Especial dos Direitos Humanos (SEDH) da Presidência da República e Executiv Projetos e Consultoria.

O evento em Sergipe marca o encerramento da campanha, que já percorreu as outras oito capitais nordestinas. No exterior, a campanha foi apresentada em oito feiras de turismo. Argentina, Inglaterra, Portugal, Holanda, Espanha, Itália, Alemanha e Suécia receberam a equipe brasileira, que distribui material de divulgação mostrando que o Brasil é contrário à prática do turismo com motivação sexual infanto-juvenil.

A repercussão da campanha foi tamanha que rendeu o reconhecimento e convite da Ecpat, rede mundial de enfrentamento à exploração sexual infanto-juvenil, pornografia infantil e tráfico de criança com fins sexuais, para participar da Rede de Especialistas Mundiais em Proteção de Crianças contra a Exploração Sexual no Turismo. Além disso, a Welcome to Brazil é agora a representação nacional na Protect Children, a força-tarefa da Organização Mundial do Turismo (OMT), Ecpat e Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) contra a exploração sexual no turismo.

Outra meta do projeto é fomentar as denúncias dos casos de exploração sexual de meninos e meninas através do Disque Denúncia 100, uma das principais ferramentas de combate a esse tipo de crime. Até novembro do ano passado, quase seis mil denúncias dessa natureza foram registradas em todo o País. De acordo com dados do Disque Denúncia, atualmente, Sergipe é o estado nordestino com menor número de registros. Entre maio de 2003 e janeiro de 2009, foram 610 denúncias em todo o Estado. Entretanto, apesar de baixas, as ocorrências precisam ser eliminadas.

Mais informações sobre o projeto estão disponíveis no site http://www.turismoeinfancia.com.br/. As denúncias de exploração sexual infanto-juvenil podem ser feitas através do Disque 100.

Publicado em Notícias