Turismo sexual infanto-juvenil: problema que se agrava em épocas como Carnaval

Turismo sexual infanto-juvenil: problema que se agrava em épocas como Carnaval

O turismo sexual de crianças e adolescente durante festas populares como o carnaval é apontado pela CPI Mista da Exploração Sexual como um dos maiores problemas de violência sexual contra a população infanto-juvenil. Em Sergipe, estão sendo promovidas ações contra a violência sexual. A partir de março, serão iniciadas as ações do Código de Conduta Ética do Turismo para o Enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes no Estado de Sergipe.

Com a medida, Sergipe será o terceiro Estado do Nordeste a contar com uma rede oficial de proteção à criança e ao adolescente vítima do abuso e exploração sexual no setor turístico. O novo mecanismo de enfrentamento à exploração sexual infanto-juvenil é coordenado pela Secretaria Estadual de Turismo.

A medida pretende montar estratégias para mobilizar, conscientizar e capacitar profissionais do turismo sobre o assunto. A iniciativa tem o apoio do Libertar – Projeto de Enfrentamento à Violência Contra Crianças e Adolescentes: Abuso e Exploração Sexual, desenvolvido pela Secretaria de Estado do Combate à Pobreza, com o objetivo de realizar um trabalho preventivo e de conscientização com toda rede hoteleira e com o trade turístico.

A medida também tem a parceria da Associação Brasileira de Indústrias de Hotéis (ABIH/SE) e do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA). Informações: (79) 3179-1975 (Pedrinho Valadares) / 3214-3266 (Simone) / 3179-2265 (Cláudia) / 3226-3993 (Luiz Simões).

Publicado em Notícias