Um ´alô´ especial

Um ´alô´ especial

Você sabia que existe telefone para surdo? Interessante é que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) determina que 2% dos telefones públicos sejam adaptados para cada grupo de pessoas com algum tipo de deficiência.

Basicamente o aparelho funciona seguindo a seguinte lógica de operação: a comunicação acontece com a digitação e a recepção de textos. Através de uma Central de Intermediação Surdo-Ouvinte, a mensagem da pessoa surda é transmitida ao ouvinte através de um operador.

A ação inclusiva é, sem dúvida, um grande passo, mas ainda falha na questão de privacidade, uma vez que o operador captura a mensagem digitada e transmite oralmente ao receptor. No mais, será que este profissional conhece de fato a Língua Brasileira do Sinais (Libras)?

Apesar das controvérsias, espera-se que a novidade chegue rapidinho a Aracaju e às demais capitais do Nordeste, a exemplo do vizinho baiano, que usufrui de 10 telefones instalados em diversos locais do Estado.

Publicado em Notícias