Banco de Leite precisa de doadoras

O leite materno é o melhor e único alimento que possui tudo o que um bebê necessita para se desenvolver com saúde. Nem todas as mães podem amamentar, sendo assim o Banco de Leite Marly Sarney (BLH), órgão público vinculado a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL), por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), precisa de novas doadoras para o Estado de Sergipe.

Para se tornar doadora basta entrar em contato com o banco de leite mais próximo e realizar um cadastro mediante apresentação dos últimos exames de sangue. A equipe irá orientar sobre a forma correta de coletar o leite. O leite humano a ser doado pode permanecer congelado por 15 dias. Antes deste período a nutricionista deve entrar em contato para providenciar a coleta em seu domicílio. A doadora não precisa sair de casa, pois a equipe do BLH vai até ela para receber a doação.

Estudos comprovam que o bebê que mama no peito tem um melhor desenvolvimento, além da diminuição de doenças porque ele é protegido, já que recebe os anticorpos, passados da mãe para ele. De acordo com o Relatório Gerencial do Banco de Leite Humano Marly Sarney, 2017 teve um total de 550 doadoras, beneficiando 1.458 bebês; em 2018 foram beneficiados 1.738 bebês, com 797 doadoras. Informações: (79) 3218-9424.

 

Publicado em Notícias