Renda Irlandesa – Vida e arte das rendeiras sergipanas

O saber tradicional e o universo feminino ganham espaço na produção audiovisual. Hoje(28), o Núcleo de Produção Digital (NPD) Orlando Vieira, coordenado pela Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), lança o documentário ´Renda Irlandesa – Vida e arte das rendeiras sergipanas´, fruto do Projeto ´Modo de fazer Renda Irlandesa´ do convênio celebrado entre Fundação e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan – Sergipe).

Gravado nos municípios de Nossa Senhora do Socorro, Laranjeiras, Maruim e Divina Pastora, o curta-metragem é resultado de uma oficina de produção de vídeo com adolescentes indicados pelas rendeiras das refletidas cidades. Teve como objetivo, através do olhar desses jovens, documentar mulheres rendeiras sergipanas e o modo de fazer renda irlandesa, tendo como protagonistas as próprias rendeiras e suas histórias de vida.

De acordo com coordenadora geral do NPD, Graziele Ferreira, receber as rendeiras protagonistas do documentário para o lançamento do filme é uma honra e uma experiência muito especial. A Renda Irlandesa foi inscrita no Livro dos Saberes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, tornando-se Patrimônio Cultural do Brasil.

Publicado em Notícias